Porto, 2012
O PINC – Pólo de Indústrias Criativas do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto – tornou-se rapidamente num espaço de grande dinamismo do centro da cidade do Porto. Um reconhecido pólo de criação e produção, de contactos e eventos.
Tornou-se necessária a criação de um ponto de encontro, agregador de todos os que aí trabalham, dos seus clientes, parceiros e amigos. Um espaço aberto e flexível, capaz de servir como copa para as refeições de todos os dias, área de estar para os momentos de descanso ou discussão, sala de reuniões e formação, local de todo o tipo de eventos e formação.
Surge assim o pavilhão do PINC, num esquecido jardim centenário, de carácter romântico, memória da antiga Quinta do Mirante.
O pavilhão desenha-se como estrutura aberta e permeável, enquadrada pelas árvores existentes. Uma estrutura despida de qualquer revestimento, inspirada pelas imagens das ruínas intemporais e que, tal como estas, se deverá ir fundindo com o próprio jardim ao longo do tempo. No interior, por contraste, os tons do aglomerado de madeira e do vermelho das portas enquadram um ambiente acolhedor. À noite, este ambiente expande-se pelo jardim, pela mão da luz quente, que transborda para o exterior pelas superfícies envidraçadas.

Dono de Obra: UPTEC
Coordenação: SWark
Arquitectura: CdA (João Silva+Nuno Travasso+Pedro Geraldes)
Paisagismo: Maria Luís Gonçalves
Empreiteiro: SHIFT Empreitadas